Geração Anos 80 e 90 e as seis mudanças de moeda

Apenas as gerações dos anos 80 e 90 passaram por seis mudanças de moeda: Cruzeiro, Cruzado, Cruzado Novo, Cruzeiro, Cruzeiro Real e Real. Quais notas você mais se recorda? Talvez aquela que você ganhava de mesada, né?! Ou então aquela que você levava para comprar doces. Você se lembra da confusão de cortar zeros e incluir zeros durante a troca das moedas? Sem contar na complicação de converter URV para o Real. Relembre abaixo as cédulas brasileiras de 1980 até os dias atuais.

CRUZEIRO: Em 1970 o Cruzeiro Novo volta a ser chamado de Cruzeiro.
Símbolo: Cr$
Vigência: 15/05/70 a 27/02/86

CRUZADO: Em 28 de fevereiro de 1986 o Plano Cruzado corta 3 zeros da moeda, que passa a se chamar Cruzado.
Símbolo: Cz$
Vigência: 28/02/86 a 15/01/89

CRUZADO NOVO: Em janeiro de 1989, o Plano Verão congelou os preços, cria o Cruzado Novo e corta 3 zeros.
Símbolo: NCz$
Vigência: 16/01/89 a 15/03/90

CRUZEIRO: Em março de 1990, o então presidente Collor bloqueia as aplicações financeiras e a moeda volta a ser o Cruzeiro.
Símbolo: Cr$
Vigência: 16/03/90 a 31/07/93

CRUZEIRO REAL: Em agosto de 1993, a moeda fica sem 3 zeros novamente e vira Cruzeiro Real. Nos 11 meses de sua existência, o cruzeiro real acumulou uma inflação de 3.700%
Símbolo:CR$
Vigência: 01/08/93 a 30/06/94

REAL: Em julho de 1994, o presidente Itamar Franco cria o Real. Antes de entrar em circulação, vigorou uma unidade de conta, não de troca, chamada URV – Unidade Real de Valor, com variação diária. A economia era estimulada a usá-la como referência. Quando a URV chegou a 2.750 cruzeiros reais, a nova moeda, REAL, entrou em vigor.
Símbolo: R$
Vigência: Entrou em vigor em 01/07/94

Compartilhe!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.