Top 100 desenhos que marcaram sua infância

      13 comentários em Top 100 desenhos que marcaram sua infância

Se prepare para voltar no tempo e matar as saudades dos 100 desenhos animados que mais fizeram sucesso nos anos 80 e 90.

Na nossa infância, nas décadas de 80 e 90, a oferta de desenhos era infinitamente menor do que hoje em dia. Sem contar na pouca qualidade da imagem (chuviscando e longe de ser em alta definição), no som abafado (nada estéreo) e nas produções sem grandes efeitos especiais.

No entanto, toda essa simplicidade não tira de jeito nenhum o brilho, a diversão e as saudades eternas que sentimos quando lembramos das nossas manhas e tardes grudados na TV esperando começar o nosso desenho favorito.

Para reviver esses momentos tão especiais, listamos os 100 desenhos animados mais famosos dos anos 80 e 90. Quais eram os seus favoritos?

100 – Rambo e a Força da Liberdade / Rambo: The Force of Freedom

Para aproveitar o sucesso do personagem no cinema, não demorou muito para surgir um desenho do Rambo. Infelizmente, “Rambo e A Força da Liberdade” teve um resultado decepcionante, pois mesmo utilizando a música tema dos filmes, e o fato do personagem ser uma boa caricatura do astro Sylvester Stallone, não agradou seu público alvo e durou apenas uma temporada. No Brasil, o programa foi exibido pela Rede Globo no programa Xou da Xuxa a partir de 1987, sendo apresentado na emissora até meados da década de 1990.

99 – Penélope Charmosa / The Perils of Penelope Pitstopé

Penélope Charmosa é uma personagem de desenho animado da série Hanna Barbera. Essa loirinha é a herdeira de uma mega fortuna pertencente a família Charmosa. Nas histórias, está sempre viajando pelo mundo todo, fazendo o bem e representando sua família. Infelizmente, o seu consultor privado Silvestre Soluço (que ao contrário do que aparenta) tenta de qualquer jeito acabar com Penélope para que ele possa ficar com todo o dinheiro da família da Penélope. Usando o nome de “Tião Gavião” e ajudado pelos seus ajudantes “Irmãos Bacalhau”, cria todo tipo de armadilhas para capturar Penélope e assim livrar-se dela.

98 – Pepe Legal / Quick Draw McGraw

Pepe Legal é um cavalo xerife gago de uma cidade do velho Oeste e que é sempre acompanhado pelo seu amigo Babalu, um burrinho mexicano. Várias cenas nos apresentam Pepe Legal em uma paródia de Zorro, como um vingador mascarado fanfarrгo chamado El Cabong, e que usa um violão no lugar de uma espada. No Brasil, a série foi exibida na Rede Tupi na década de 70, com dublagem brasileira. Foi também exibida na Rede Manchete e TV Excelsior, nas décadas de 80 e 90. Na década de 2000, foi exibida no Boomerang.

97 – Bananas de Pijamas

“Bananas de pijamas… Descendo as escadas!… Bananas de pijamas… Uma dupla bem levada!”. Quem se lembra dessa música? “Bananas de Pijamas” foram sucesso da televisão nos anos 1990. As duas bananas protagonistas do desenho infantil que passava no SBT, B1 e B2, são interpretadas por atores que são casados na vida real. A cada episódio, os irmãos resolvem um problema fazendo uso de pensamentos positivos, confiança, bom humor, generosidade e otimismo. Mas, enquanto tentam encontrar uma solução para o contratempo inicial, os dois acabam se envolvendo em mais confusão, até que seus amigos – ou a boa e velha sorte – os ajudam a encontrar um final feliz.

96 – Recruta Zero / Beetle Bailey and His Friends

É um desenho animado sobre um preguiçoso e bem-humorado recruta do exército americano. “Recruta Zero” foi exibido no Brasil inicialmente pela emissora SBT durante os anos 80 e, posteriormente, pela TV Record e no Boomerang.

95 – Tutubarão / Jabberjaw

Um dos maiores fenômenos de bilheteria da história do cinema estreou em 1975, era o filme Tubarão de Steven Spielberg. O sucesso acabou inspirando Joseph Barbera e William Hanna a criarem mais uma série animada com bichinho antropomórfico e atrapalhado que acompanha uma turma de adolescentes, desta vez com um Tubarão como o grande protagonista. A primeira aparição do Tutubarão na televisão brasileira foi em 1977 na Rede Globo. No ano seguinte permaneceu no canal, mas dentro do programa Globo Cor Especial. Em 1981, ainda na Rede Globo, era um dos títulos do Festival de Desenhos e, no ano seguinte, voltou ao Globo Cor Especial, quando saiu da programação da emissora. Em 1983, foi para TV Bandeirantes onde passou por vários infantis na emissora até por volta de 1985. Entre os anos de 1997 e 1999 foi transmitido pelo canal por assinatura Cartoon Network.

94 – South Park

Série animada que satiriza com humor negro a sociedade americana ao apresentar situações bizarras e surreais protagonizadas por Stan, Kyle, Eric e Kenny, as crianças mais travessas de South Park. No Brasil, South Park foi exibido em diversos canais. O primeiro foi o Multishow, em 1993, meses depois foi exibido na MTV Brasil, em 1994, e posteriormente no extinto canal Locomotion, em 1998.

93 – Comandos em Ação / G.I Joe 

O desenho Comandos em Ação (original G.I. Joe) fez um enorme sucesso nas décadas de 80 e 90, inclusive no Brasil. A série foi inspirada nos bonecos (action-figures) de mesmo nome. Os bonecos G.I. Joe começaram a ser fabricados em versões de 30 cm e depois de 10 cm. Todos os garotos da época tinham um boneco de Comandos em Ação! No Brasil, as versões maiores chegaram aqui em 78, com o nome de Falcon, enquanto as menores chegaram em 84, os Comandos em Ação! No Brasil, o desenho original foi transmitido pela Rede Globo entre os anos de 1986 e 1994, primeiro no Programa Xou da Xuxa e, posteriormente, passando para a programação de domingo da emissora, com um horário próprio depois de tanto sucesso.

92 – Snorks / Snorkels

Os Snorks é um desenho animado produzido pela Hanna-Barbera, nos anos de 1984 a 1989. Criados por Nicolas Broca, artista belga, para uma série de quadrinhos lançada em 1982. Era um desenho similar aos Smurfs, com seres multicoloridos que viviam na Snorklândia, um mundo mágico e sub-aquático. No Brasil, estreou dentro do Xou da Xuxa em 1987 e ficou na Rede Globo até 1993, quando já estava sendo apresentado dentro do infantil TV Colosso. Também foi transmitido no canal por assinatura Cartoon Network.

91 – Peanuts / Snoopy / Charlie Brown / Woodstock

Peanuts (no Brasil também conhecido como Minduim) é uma tira de jornal escrita e desenhada pelo cartunista norte-americano Charles Schulz que foi publicada de 2 de outubro de 1950 a 12 de fevereiro de 2000. A turma desenhada foi uma das mais populares e influentes da história! No seu ápice, Peanuts aparecia em mais de 2.600 jornais, com um número de leitores estimado em 355 milhões em 75 países, e foi traduzido para 40 línguas. O sucesso das tiras nos jornais foi tão grande que em 1965 transformaram-se em desenho animado.

90 – As Aventuras de Galaxy Rangers / The Adventures of the Galaxy Rangers

As Aventuras de Galaxy Rangers foi uma série animada de western espacial, produzida entre 1986 e 1989. Criada por Robert Mandell e Gaylord Entertainment Company. Foi uma das primeiras produções no estilo anime produzidas nos Estados Unidos, mas o trabalho de animação foi feito pelo estúdio japonês Tokyo Movie Shinsha. Na época em que foi ao ar, Galaxy Rangers foi uma atração revolucionária para as crianças. As Aventuras dos Galaxy Rangers foi exibido no Brasil pela Rede Globo em 1987. O programa, a exemplo de outros desenhos da época, fez bastante sucesso, em parte porque era apresentado em uma das principais atrações da emissora nos anos 80, o Xou da Xuxa.

89 – Rainbow Brite

Rainbow Brite é uma série de animação de 1984, inspirada no produto de mídia criado pela Hallmark Cards. O desenho passava no SBT, no programa Do Ré Mi Fá Sol Lá, da Simony. Rainbow Brite contava a história da pequena Wisp, que é levada para uma terra incolor e para trazer as cores de volta ela deve encontrar a Esfera da Luz. Ao longo do caminho, ela faz amizade com um duende chamado Twink, um cavalo branco chamado Starlite e um bebezinho misterioso. Depois de usar o cinto de derrotar o Rei das Sombras, Wisp é rebatizada de Rainbow Brite. A série fez tanto sucesso que ganhou um longa – Rainbow Brite and the Star Stealer.

88 – Freakazoid! 

Inicialmente pensada para ser uma animação do estilo Batman, este desenho ganhou uma abordagem menos séria, de comédia, após a sugestão do produtor Spielberg. Sim, ele mesmo, Steven Spielberg. Considerado um dos desenhos mais loucos da década de 1990, Frekazoid! misturava cenas de filmes antigos, enquanto contava a história de Dexter Douglas, que vai parar no ciberespaço após seu gato ativar um defeito do novo processador do seu dono. Lá, Dexter se torna um super-herói maluco, tendo absorvido todas as informações da internet e ganho super poderes.

87 – Beavis and Butthead

Um desenho animado impróprio para crianças, Beavis e Butt-Head nos apresentou a dois adolescentes sedentários, mal educados, com problemas sociais e que veem graça em coisas que estejam associadas a violência, sexo, destruição, macabro, ainda que não tenham experiência alguma com nenhum desses temas. Apresentada na MTV, a série trazia os personagens muitas vezes criticando videoclipes de diferentes artistas ou clipes de outros programas, como Jersey Shore.

86 – Galaxy Trio 

Galaxy Trio é um grupo de super-heróis criados pela Hanna-Barbera. Seus desenhos foram produzidos juntamente com os do Homem-Pássaro para serem exibidos em uma mesma sessão, mas o canal de televisão NBC preferiu lançá-los em dias separados. A série foi produzida de 1967 a 1968. O Galaxy Trio é formado por três super-heróis extraterrestres, de planetas diferentes apesar de possuirem traços parecidos: Homem-Vapor (Vapor Man), Homem-Meteoro (Meteor Man) e Mulher Flutuadora (Gravity Girl). Eles patrulham o espaço a bordo da nave Condor Um.

85 – Speed Racer

Speed Racer, conhecido como Mach Go Go Go no Japão, é uma série de mangá e anime dos anos 1960, criado por Tatsuo Yoshida sobre corridas de automóveis. Speed Racer (nome dado na adaptação norte-americana do anime), um jovem e audaz piloto de corrida de 18 anos, dirige o carro Mach 5, criado por seu pai (Pops Racer) e vive diversas aventuras dentro e fora das corridas. O desenho é muito conhecido pela sua canção tema e pela ótima trilha sonora, que tocava ao fundo e tornava ainda mais emocionantes as corridas em que o piloto Speed participava, sempre repletas de acidentes espetaculares e “golpes sujos” dos participantes, tais como seus mais célebres rivais, a “Equipe Acrobática” e o “Carro Mamute”. As corridas eram em locais inusitados, como selvas, desertos e até uma realizada dentro de um vulcão.

84 – Os Simpsons / The Simpsons

Provavelmente, a série de animação mais famosa da história da televisão (além de a mais longa, com 30 temporadas). Os Simpsons ganhou cada vez mais espaço na mídia mundial com sua proposta de paródia satírica do estilo de vida da classe média dos Estados, com críticas à cultura, à política e vários outros pontos. Um filme, lançado em 2016, arrecadou mais de meio milhão de dólares por todo o mundo. Além disso, o desenho é conhecido por suas “previsões”, com cenas que pareciam antecipar grandes acontecimentos, como a recente compra da Fox pela Disney ou os resultados das últimas eleições americanas.

83 – X-MEN

Os X-Men são um grupo de mutantes-humanos mas que nasceram com habilidades super-humanas latentes, que geralmente se manifestam na puberdade, devido a uma mutação do ADN. Em 1989, foi produzida a primeira tentativa de fazer uma série de desenhos animados dos X-MEN, mas acabou por ser cancelada e foi produzida apenas o episódio piloto. Finalmente, em 1992, o projeto seguiu em frente e foi produzido pela Marvel Productions Os “X-MEN”.  A série teve imenso sucesso e foram produzidas 5 temporadas, de 1992 a 1997, com um total de 76 episódios.

82 – Dom Pixote

Uma das primeiras produções de sucesso da Hanna-Barbera, o querido e calmo Dom Pixote foi um personagem bem interessante, e sua série abriu as portas para outras figuras muito populares do estúdio.

81 – As Aventuras de Teddy Ruxpin / The Adventures of Teddy Ruxpin

As Aventuras de Teddy Ruxpin foi uma febre nos anos 80, sobretudo, pelo brinquedo Teddy um ursinho que falava. A série foi transmitida pela TV Globo. Na história, Teddy e seus amigos viajavam em um  Barco Balão, junto de seu escudeiro, a Centopéia.

80 – Johnny Quest

Uma das séries mais populares da Hanna-Barbera, Johnny Quest impressionava por sua história cheia de mistérios e seus personagens intrigantes. O interessante de Johnny Quest é a possibilidade de fazer tramas mais complexas, já que a animação tocava em vários gêneros diferentes – da ficção científica à fantasia, da aventura à ação.

79 – Capitão Caverna / Captain Caveman

Capitão Caverna é um dos clássicos personagens dos estúdios Hanna-Barbera. No mesmo ano, a Hanna-Barbera criou seu próprio seriado, onde o herói aparecia ao lado das Panterinhas (batizadas no Brasil com esse nome para aproveitar a popularidade do seriado As Panteras). Capitão Caverna é possivelmente o primeiro super-herói de todos os tempos (afinal, ele começou na idade da pedra). Um homenzinho cabeludo e descabelado, baixinho, troncudo, narigudo e com um terrível apetite. Além de seu peculiar visual, o Capitão Caverna tinha um vocabulário próprio, que contava com as palavras “unga-bunga” antes de qualquer frase mal construída que ele emitia, sem falar no seu grito estridente: “Capitão Caveeernaaaaa!!”.

78 – Barbapapa

Criado pela arquiteta francesa Annette Tison e pelo professor americano Talus Taylor, “Barbapapa” é um dos desenhos mais lembrados da década de 1970 e do início dos anos 80. Você assistia? O nome “Barbapapa” veio de “Barbe à Papa”, que é como os franceses chamam o algodão doce. Pacífica, gentil, de bons sentimentos e amante da natureza. Assim era a família Barbapapa. O sucesso foi tanto que os personagens logo apareceram em livros, discos, brinquedos, álbuns também. No Brasil, o desenho passou a ser exibido em 1977, no Globo Cor Especial, da Rede Globo. Como o debate sobre a diversidade ainda não era algo difundido naquela época, os Barbapapas se tornaram um verdadeiro exemplo para a criançada. Cada personagem podia explorar diferentes habilidades e suas cores não faziam distinção de gênero. O sucesso dos Barbapapas no Brasil durou até meados dos anos 1980. Na Europa eles são populares até hoje.

77 – As Aventuras de Gulliver / The Adventures of Gulliver

É um desenho da Hanna-Barbera que apresenta as aventuras do personagem criado por Jonathan Swift e seus pequenos amigos lilliputianos. Gulliver surgiu em 1726, num livro de Jonathan Swift intitulado “As Viagens de Gulliver”. O livro começa mostrando o naufrágio do navio onde Gulliver viajava. Após o naufrágio ele foi arrastado para uma ilha chamada Lilliput. Os habitantes desta ilha, que eram extremamente pequenos, estavam constantemente em guerra por futilidades. Em 1939, com base nas histórias de Jonathan Swif, surgiu o primeiro desenho animado, em Technicolor, chamado Gulliver´s Travels, dirigido por Dave Fleischer e produzido por Max Fleischer para os seus estúdios. Até que a produtora Hanna-Barbera, resolveu criar uma adaptação do personagem que estreou no dia 14 de setembro de 1968, originalmente nas manhãs de sábado pela rede de televisão ABC. O desenho fez um enorme sucesso no Brasil, sendo exibido em quase todas as emissoras de televisão.

76 –  A Família Addams / The Addams Family

A Família Addams é uma série animada inspirada nos personagens criados pelo cartunista Charles Addams. A primeira temporada estreou em 1973, nos EUA. A Família Addams é formada por Gomez (pai), Mortícia (mãe), Wandinha (filha) e Feioso (filho). Ainda vive com eles a Vovó Addams, Tio Chico, além do mordomo Tropeço e da Mãozinha, uma mão que anda sozinha e sempre ajuda quando solicitada. Ainda temos o Primo Coisa, que sempre os visita. Uma montanha de pelos que tem grande influência no governo. Fizeram algumas participações especiais na série The New Scooby-Doo Movies e logo depois ganharam uma série própria.

75 – A Vaca e o Frango / Cow and Chicken

A Vaca e o Frango é uma série de desenho animado produzida pela Hanna-Barbera e Cartoon Network e exibida no Brasil pelo Cartoon Network, criada por David Feiss em 15 de dezembro de 1995 com o lançamento de um episódio piloto. O desenho foi um dos primeiros Cartoon Cartoons a serem produzidos. Cow and Chicken teve um total de 52 episódios divididos em quatro temporadas que foram produzidos entre 15 de julho de 1997 e 24 de julho de 1999.

74 – A Família Buscapé

O desenho animado conta a história de uma família do interior dos Estados Unidos que se muda para Beverly Hills (Califórnia), quando descobre petróleo em suas terras. A animação foi produzida pelos estúdios Hanna-Barbera em 1965, mas só bombou no Brasil nas décadas seguintes, assim como várias outras séries.

73 – CatDog

Já imaginou ter um bichinho de estimação que era um cachorro e gato ao mesmo tempo? Então, o desenho animado “CatDog” traz para o público as aventuras dessa dupla que só entra em encrencas. Na maioria das vezes, o gato era o principal mentor e idealizador dos planos, enquanto isso, o cachorro era o mais atrapalho. No Brasil, o desenho foi exibido na Nickelodeon, na Globo e na Banda.

72 – As aventuras do Pequeno Urso 

Se você curtia acompanhar as aventuras do Pequeno Urso e de seus amigos, com certeza você já teve vontade de morar onde ele morava. Um campo calmo, rodeado por lagos e lindas paisagens, uma casinha cheia de charme, com a Mamãe Urso preparando comidinhas gostosas. O desenho “As Aventuras do Pequeno Urso” trazia um pouco do gostinho de despreocupação da infância, acompanhada de várias lições, o que fez ele ser considerado um desenho animado educativo.

71 – Sakura Card Captors

Mais um excelente exemplo do boom que foi o sucesso dos animes nos anos 1990, Sakura Card Captors conta a história da menina de dez anos Sakura Kinomoto que encontra por acidente o Livro Clow. Ao abri-lo, Sakura liberta 52 cartas mágicas e, agora, ela tem a missão de capturá-las novamente e proteger o mundo da magia das cartas errantes. Sempre que Sakura consegue capturar uma delas, ela passa a poder usar a magia da carta a seu favor em novas capturas. Além de engraçada e envolvente, a trama deste anime conquistou por alguns mistérios inesperados, revelações sobre personagens a princípio secundários e outros elementos que fizeram da animação um grande sucesso pelo mundo.

70 – Carmen Sandiego

A ladra mundialmente famosa, Carmen Sandiego, personagem criada no universo do games, fez tanto sucesso que até ganhou uma animação na década de 90. A detetive/ladra era perseguida pelos agentes Zack e Ivy, enquanto viajava misteriosamente para várias partes do mundo. A famosa pergunta (que também dá nome ao desenho) “Em que lugar da Terra está Carmen Sandiego?” reflete o quanto a personagem era intrigante e se tornou símbolo do universo enigmático das investigações.

69 – Digimon

Digimon nos apresentou ao Digimundo e virou um fenômeno cultura entre as crianças no final dos anos 90. Na cola do sucesso de Pokémon, outro anime com monstrinhos poderosos ganhou fama pelo mundo na década de 1990: Digimon. Mas, na verdade, sua inspiração veio do famoso Tamagotchi, que chegou a ser lançado com o nome Digimon, abreviação para Digital Monsters. Distribuído pela Bandai e produzido pela Toei Animation, o desenho acompanhava um grupo de jovens que se via transportado para um universo paralelo, onde cada um agora possuía um Digimon, ao lado de quem eles iriam lutar contra os perigos desse novo mundo. Misturando ação, aventura, comédia, drama e ficção científica, o anime conquistou muito sucesso, ganhando filmes, videogames, brinquedos, mangás e livros.

68 – Taz Mania

O Diabo da Tasmânia, referido também como Taz, é um dos principais personagens da série de desenhos Looney Tunes. Apesar de ser visto como um dos principais heróis do grupo, ele na realidade atua mais como um vilão ou anti-herói na maioria dos episódios. No desenho, Taz vivia em uma casa na Tasmânia, com uma família de Diabos da Tasmânia.

67 – Tiny Toon Advertures / Looney Tunes

Quem não gostava de acompanhar as aventuras dos personagens que queriam se tornar a próxima geração da série Looney Tunes? “É Tiny! É Toon! Com muitas novidades!” Para se tornar a próxima geração de personagens de sucesso da Looney Tunes, esse animado grupo frequentava a Acme Looniversidade. A inspiração nos personagens já conhecidos da Looney Tunes faz com que eles pareçam uma versão mais jovem dos originais, embora se identifiquem com outros nomes e histórias. Perninha e Lilica foram inspirados no Pernalonga; Plucky Duck, no Patolino; Presuntinho, no Gaguinho; Roy Corrói, no Taz; Frajuto, no Frajola; Fifizinha, no Peppe Le Pew; Coiote Coió, no Coiote; e Bipezinho, no Papa-Léguas.

66 – Coragem, o cão covarde

Com tons macabros, esse desenho acompanhava o casal de idosos que moravam em uma fazenda isolada com seu cãozinho. Contudo, o local era constantemente alvo de monstros, demônios, zumbis, alienígenas. E apenas Coragem se dava conta disso a tempo de salvar seus distraídos e incrédulos donos.

65 – Johnny Bravo 

Exibida entre 1997 e 2004, esta série animada nos apresentou ao vaidoso Johnny Bravo. De forma cômica e satírica, o desenho brincava com o estilo playboy malhadão do personagem, que achava que poderia conquistar a tudo e a todos com sua beleza. Porém, quase nunca tinha sucesso, já que era um tanto quanto… burro, além de pouco educado. Produzida e exibida pelo Cartoon Network, mas em parceria com a Hanna-Barbera, a série acompanhava Johnny em suas várias tentativas falhas de conseguir uma namorada.

64 – Gato Félix / Felix the cat 

Até hoje, o Gato Félix é um dos personagens de animação mais conhecidos do mundo. Quem não se recorda do gato preto, com olhos brancos e uma risada inesquecível?

63 – As Aventuras de Tintim

As Aventuras de Tintim é uma série franco-belga criada por Hergé. Estreou em 1991, teve 39 episódios de meia hora produzidos em três temporadas. Foi a mais conhecida adaptação dos livros até o lançamento do filme “As Aventuras de Tintim” em 2011. No Brasil, a série foi transmitida na TV Cultura ao longo dos anos 2000, fazendo um grande sucesso e criou nostalgia em muitos brasileiros.

62 – Sailor Moon

O desenho que teve como inspiração os Power Rangers, conta a história de um grupo de garotas que lutam em nome dos planetas e da lua.

61 – Homem Aranha / Spider Man

Há quem diga que Spider-Man: The Animated Series foi uma das melhores produções do personagem até hoje, além de ser a animação mais bem sucedida do teioso. Desenvolvida pela Marvel Productions de 1994 a 1998, a série teve produção executiva, revisão e consultoria de histórias de ninguém menos que Stan Lee, um dos maiores nomes por trás do estúdio. Aclamada pelos fãs do cabeça de teia até hoje, a animação apresentou vários dos grandes vilões do quadrinho do aracnídeo, como Venom, Mysterio, Duende Verde, Doutor Octopus e Abutre. Além disso, contou com a participação de outros heróis, como Homem de Ferro, Capitão América, Demolidor, X-Men, Justiceiro, entre outros.

60 – Caẽzinhos do canil / Pound Puppies

Mais uma obra da icônica Hanna-Barbera, Cãezinhos do Canil acompanhava a rotina e as aventuras de um grupo de cachorrinhos que tentavam ajudar na adoção dos animais que chegavam ao canil. Medroso era o líder da equipe canina. Ao seu lado, estavam a materna Nose Marie, a animada Olhos Brilhantes, o cientista maluco Uivador, o criativo Sonhador, e Holly (sobrinha da vilã Katrina).

59 – O Laboratório de Dexter / Dexter’s Laboratory

A história se passa no laboratório do pequeno gênio Dexter, que para “tentar” fugir da sua irmã, Dee Dee, passa o dia todo trancado lá. Entretanto, ela como é muito curiosa, aparece no laboratório do irmão e solta aquela famosa frase “pra que serve esse botão?” O que leva os dois a grandes aventuras.

58 – Ligeirinho / Speedy Gonzáles

“Arriba, Arriba, Arriba!”. Quem não se lembra do rato mais rápido do México e dos desenhos animados? Speedy Gonzáles ou somente Gonzáles, mais conhecido como Ligeirinho no Brasil, tem como principal habilidade correr, correr e correr para fugir das enrascadas em que se metia. Outras características eram o seu sotaque típico e o tradicional sombrero de cor amarela.

57 – Marsupilami

O desenho animado “Marsupilami”, exibido pela TV Cruj, no SBT, entre 1998 e 2002, marcou a infância de muita gente. As aventuras do animal amarelo de longa cauda, ao lado dos personagens Spiro e Fantásio, encantaram o público e fizeram sucesso no Brasil.

56 – Moranguinho / Strawberry Shortcake

Com um cheirinho de morango irresistível, a Moranguinho é uma das personagens mais conhecidas por crianças e adultos no mundo todo. Os primeiros desenhos de Moranguinho e sua gata, Pudim, foram feitos em 1977 por Muriel Fahrion durante o tempo que foi ilustradora do departamento American Greetings’ Juvenile & Humours. Em 1979, uma fabricante de brinquedos, Kenner Products, licenciou a personagem e lançou a primeira boneca Moranguinho. Na época, Moranguinho se assemelhava a uma típica boneca de pano, com sardas, um par de cachos de fios vermelhos e um chapéu com estampas de morango.

55 – Pole Position

A febre de videogames influenciou a origem de um dos mais pop desenhos da década de 80, o Pole Position, com somente 13 episódios, de produção entre 1984 e 1985, e exibição no Brasil em manhã do SBT. Na trama, os irmãos Tess, Dan e Daisy procuram seu pai, que desapareceu após uma explosão durante uma corrida. Eles fazem parte da Pole Position, uma organização secreta que combate o crime com o auxílio de dois carros computadorizados, Wheels e Rodão.

54 – As Aventuras de Babar / Babar

Quem cresceu assistindo a excelente programação da TV Cultura, certamente deve se lembrar de grandes séries da TV brasileira como Mundo da Lua, Castelo Rá-Tim-Bum e Glub-Glub. Se vocês se lembra disso, certamente ainda se emociona toda vez que escuta a abertura das Aventuras de Babar. É um desenho animado baseado em um livro francês. Conta a história de Babar, um elefante que é coroado rei. O desenho mostrava como valores como união e coragem são importantes para se superar seus problemas.

53 – Vila Sésamo / Sesame Street

Vila Sésamo é uma série infantil sendo coprodução brasileira do popular programa de televisão infantil norte-americana Sesame Street, que estreou em 12 de outubro de 1972. Uma nova versão foi produzida a partir de 2017 sob o nome Sésamo. A série infantil original começou a ser transmitido em 12 de outubro de 1972. A ideia de criar a adaptação do Sesame Street foi de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Boni), então diretor da Central Globo de Produções (uma divisão da Rede Globo), e de Claudio Petraglia, diretor da TV Cultura de São Paulo. Na época, a TV Cultura e a Rede Globo estavam bastante interessadas em adaptar o programa norte-americano. Como a Rede Globo inicialmente não tinha estúdios para filmar o seriado, foi criada uma parceria entre as emissoras. Eis o motivo de Vila Sésamo ter sido exibida pelas duas emissoras até 1974, quando a TV Globo assumiu totalmente a produção do programa.

52 – Pequeno Príncipe / The Little Prince

O Pequeno Príncipe, anime clássico dos anos 70, chegou ao Brasil na metade dos anos 80 e traz um sentimento de nostalgia em muitos de nós. Foi produzido pela Knack Productions e estreou na Tv Asahi em julho de 1978. O desenho Pequeno Príncipe chegou ao Brasil na metade dos anos 80 pelo SBT, sendo exibido nas tardes do canal no programa “Oradukapeta” comandado por Sérgio Mallando. Mesmo com o fim do programa, o anime continuou na grade do canal.

51 – Defensores da Terra / Defenders of the Earth 

Um grande sucesso da época, os Defensores da Terra trazia um elenco de peso para uma equipe de heróis: Flash Gordon, O Fantasma, o Mago Mandrake e o guerrilheiro Lothar. Na trama, a raça humana a está prestes a ser dominada por Ming, O Impiedoso no ano de 2015. Isso obriga nossos heróis a treinarem seus aprendizes para combater o mal. Além dos 4 personagens principais, seus pupilos, Rick Gordon, Kshin, Lothar Junhor e Jedda Walker também fazem parte da equipe. No Brasil, foi transmitido pelo SBT.

50 – Os Flintstones

“Yabba-Dabba-Doooooo!” Quem se lembra dessa clássica e eufórica frase do Fred Flintstone? O desenho retrata a vida dos amigos Fred Flintstone e Barney Rubble. Ainda que a trama seja ambientada na Idade da Pedra, reflete a sociedade norte-americana da época moderna. Além disso, mostra humanos coexistindo com animais pré-históricos e até mesmo com dinossauros, que aparecem como substitutos de elementos tecnológicos do século XX.

49 – Clube da Luluzinha

Sempre com um vestidinho vermelho e lacinho no cabelo, a querida Luluzinha foi criada em 1935 e saiu das histórias em quadrinhos para fazer sucesso também nas telas. Na história, a menina vive grandes aventuras e está sempre entrando em apuros ao lado dos amigos Bolinha, Aninha, Carequinha, Zeca, Juca, Plínio e Glória. O primeiro desenho animado foi feito entre 1943 e 1948, mas só chegou às telinhas brasileiras nos anos 1980, com transmissão no SBT. Ah, a personagem chegou a ganhar um anime: Luluzinha e Seus Pequenos Amigos, que foi ao ar entre 1976 e 1977 nos Estados Unidos, e também nos 1980 no Brasil, na emissora do Sílvio Santos.

48 – Turma da Pesada / Beverly Hills Teens

No Brasil, estreou em 1988 no Xou da Xuxa, na TV Globo. Era uma espécie de Barrados no Baile versão cartoon. E não à toa, já que o nome original é Beverly Hills Teens. Na história, todos são lindos e ricos – absurdamente ricos, diga-se de passagem – a ponto de um dos personagens ter uma piscina no carro! Produzido pelo norte americano Andy Heyward (responsável também pelos desenhos Inspetor Bugiganga e Ursinhos Carinhosos), a Turma da Pesada fez um enorme sucesso com a garotada. Mas, acabou sendo muito criticado pela imprensa que considerava a animação um incentivo ao consumismo infantil. Com isso, o programa teve vida curta, durou apenas 65 episódios.

47 – Meu Pequeno Pônei / Meu Querido Pônei / My little Pony

Meu Pequeno Pônei / Meu Querido Pônei (no original My Little Pony e, posteriormente, My Little Pony ‘n Friends) foi uma série de desenho animado produzida entre os anos de 1986 e 1987 pela Sunbow Productions e Marvel. No Brasil, o desenho foi exibido na Rede Globo, nos programas Xou da Xuxa e TV Colosso em 1987. É considerado um dos clássicos da década de 1980. Contava a história de três jovens crianças e seus pequenos amigos pôneis que viviam no lugar mágico conhecido como Vale dos Sonhos, os episódios geralmente giram em torno de aventuras e superação dos personagens envolvendo temas de amizade além de ataques de vilões sombrios.

46 – Duck Tales, os caçadores de aventuras

DuckTales é um desenho memorável, pois é considerado a série de animação mais famosa já produzida pela Disney, com 100 episódios. Na história, o Pato Donald tenta se alistar à Marinha e pede para seu Tio Patinhas cuidar dos sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luizinho na mansão. O velhinho, então frio, se apega aos pequenos e, então, leva-os para acompanhá-lo em suas aventuras pelo mundo para ficar ainda mais rico. “Os Caçadores de Aventuras” é uma série de animação dos estúdios da Walt Disney, produzido entre 1987 e 1990, e inspirado nas séries de quadrinhos da Disney, produzidas, na sua maior parte, por Carl Barks. No Brasil, o desenho foi transmitido originalmente entre os anos de 1988 e 1997 pelo SBT, com a dublagem feita na Herbert Richers para a televisão.

45 – Garfield e seus amigos

Quem não se lembra do Garfield, o gato laranja que era apaixonado por lasanha? E de Odie, cão que gostava tanto de lamber? E de Jon Arbuckle, um cartunista nerd? Esses eram os principais personagens do desenho, que ficou bastante conhecido e tinha também como destaque as “Rapidinhas”, piadas de 45 segundos de Garfield e da Fazenda do Orson, outra tirinha do mesmo criador, Jim Davis.

44 – Inspetor Bugiganga / Inspector Gadget

Inspetor Bugiganga é um desenho animado franco-americano-canadense. Narra as aventuras de um inspetor policial que ao sofrer um acidente foi transformado numa espécie de robô com mil e uma bugigangas diferentes pelos policiais que exerciam o projeto secreto “bugiganga”. Porém, o maior vilão da cidade, causador do acidente do inspetor, perdeu sua mão no tal acidente e se transformou no “Dr. Garra”. Agora bugiganga tem que salvar o mundo dos crimes do Dr. Garra, que acha que bugiganga o fez perder a mão e por isso vive tentando destruí-lo. No Brasil a série fora exibida primeiramente pela Rede Record e mais tarde pelo SBT na década de 90.

43 – As Meninas Superpoderosas / The Powerpuff Girls

The Powerpuff Girls, conhecido no Brasil como As Meninas Superpoderosas, é uma série de desenho animado criada e escrita por Craig McCracken. Sucesso em todo o mundo, a série foi considerada a nova mania dos Estados Unidos durante o fim da década de 90 e inicio dos anos 2000 . O desenho, produzido inicialmente pela Hanna-Barbera, e alguns anos depois pelo Cartoon Network Studios, conta a história de três garotas com super poderes: Florzinha, Lindinha e Docinho. Elas foram criadas pelo Professor Utônio, que acidentalmente deixou derrubar o Elemento X na poção da “Garotinha Perfeita” (uma mistura de açúcar, tempero e tudo o que há de bom). Sendo assim, o Elemento X deu a elas super poderes, e entre uma brincadeira e outra, elas tem que salvar a cidade fictícia norte-americana de Townsville de diversos monstros. No Brasil, foi exibida até 2005 pelo SBT dentro do programa infantil Bom Dia & Cia.

42 – Dennis, o pimentinha / Dennis the Menace

Dennis era um garoto que inferniza a vizinhança e George Wilson, um vizinho aposentado, parecia ser o alvo preferido do menino. Alice Mitchell, a mãe de Dennis, começou em um novo emprego e logo se viu obrigada a viajar com Henry, seu marido. Como a fama de Dennis era notória, nenhuma babá queria tomar conta do garoto, mas Martha Wilson, a esposa de George, se prontificou em cuidar de Dennis, o que deixa seu marido desesperado. No Brasil, foi exibido pelo SBT de 1987 até 2004, retornando ao Bom Dia & Cia em 2018 – porém, após quase três meses no ar, o canal parou novamente de exibir.

41 – Popples

Exibido pelo SBT em meados dos anos 90. Contava a história de bichinhos de pelúcia vivos chamados “Popples” que viviam em uma casa com crianças. Eles eram dotados de habilidades especiais: podiam tirar de suas bolsas (um tipo de marsúpio, como nos cangurus) qualquer coisa que quisessem e, inclusive, colocar a si próprios nessas bolsas, transformando-se em uma pelúcia em forma de bola que quicava.

40 – O Marinheiro Popeye

Adaptado de uma história em quadrinhos homônima, Popeye é considerado um dos personagens mais icônicos do mundo animado. Com sua força renovada depois de comer uma lata de espinafre, ele salva a sua amada Olívia Palito das garras do vilão Brutus.

39 – Corrida Maluca / Wacky Races

Uma série animada que marcou diferentes gerações, “Corrida Maluca” possui 34 episódios. Ela narra as tentativas de uma série de competidores pouco comuns de conquistar o título de “Corredor Mais Louco do Mundo”. A série fez sucesso no mundo todo, mas por aqui a empolgação foi tanta que A Corrida Maluca foi um dos poucos desenhos a ser exibido em todos os canais e TV aberta.

38 – Dragon Ball Z

A série de animação japonesa foi inspirada em um mangá homônimo. A sua primeira versão foi exibida entre os anos 1989 e 1996. Contudo, desde então, ela já se desdobrou em outras séries, como “Dragon Ball GT”, “Dragon Ball Kai” e “Dragon Ball Super”.

37 – Manda-Chuva / Top Cat

Exibida originalmente no início da década de 1960, “Manda-Chuva” foi reprisada nos anos 1980, tornando-se uma das animações de maior sucesso da época. A Cidade de Nova York, onde se passa a história na versão original, foi substituída por Brasília na versão nacional. No Brasil, o personagem Manda-Chuva foi dublado pelo ator Lima Duarte. Além disso, a cidade de Nova York foi substituída por Brasilia na versão cubana. Foi exibido pelos canais Cartoon Network, Boomerang, Rede Globo e SBT.

36 – Looney Tunes

Os protagonistas da franquia “Looney Tunes” são considerados os grandes representantes da era de ouro da animação americana. As séries animadas foram distribuídas pela Warner Bros inicialmente em formato cinematográfico, e ganhou versões para TV, quadrinhos e jogos de videogame. A série introduziu os personagens Pernalonga, Patolino, Gaguinho, Frajola, Piu-Piu, Papa-Léguas, Wile E. Coyote, Marvin, Hortelino Troca-Letras, Piu-Piu, Frajola, Frangolino, Eufrazino Puxa-Briga, Pepé Le Pew, Ligeirinho, Taz e outros. No Brasil, Looney Tunes foi chamado de Turma do Pernalonga, estreando na Sessão Desenho no SBT.

35 – As Tartarugas Ninja

Quatro tartarugas, todas com os nomes de artistas renascentistas italianos (Leonardo, Raphael, Michellangelo e Donatello) ,que viviam em um esgoto, eram treinadas por um rato mutante sensei e amavam pizza. A história parece maluca, mas as Tartarugas Ninja, sem dúvidas, estão entre os melhores desenhos dos anos 80. Com 10 temporadas e 200 episódios, o desenho é um dos mais memoráveis da década de 1980 e se transformou em um importante elemento da cultura pop. As quatro tartarugas mutantes vivem nos esgotos de Nova York e ajudam a proteger a cidade de mentes humanas do mal, outras criaturas mutantes e até alienígenas. A primeira exibição da série de animação foi entre 1987 a 1996.

34 – Os Caça-Fantasmas / Ghostbusters

A série de animação foi baseada no filmo homônimo de 1984. Ela conta a continuidade das aventuras vividas pelos investigadores paranormais dr. Peter Venkman, dr. Egon Spengler, Winston Zeddemore, e dr. Ray Stantz. Bem como pela secretária Janine Melnitz e o mascote fantasma Geleia. No Brasil o desenho estreou na Rede Globo no programa Xou da Xuxa e fez um estrondoso sucesso, aparecendo em outros horários na emissora, como na programação da Sessão Aventura. Anos mais tarde também foi exibido na TV Record.

33 – Pica Pau / Woody Woodpecker

O icônico personagem foi protagonista de várias séries animadas produzidas pelo estúdio de Walter Lantz e distribuídas pela Universal Pictures. A sua primeira aparição na TV foi entre 1957 e 1972, quando Lantz fechou o estúdio. Contudo, o personagem voltou às telinhas no fim dos anos 1990, quando se tornou um sucesso também entre as crianças daquela geração. O Pica-Pau foi o primeiro desenho animado a ser exibido na TV brasileira, na extinta Rede Tupi, um dia após a sua inauguração, em 19 de setembro de 1950. Nessa época, os desenhos eram exibidos com a vozes originais (inglês) e legendado, pois a dublagem em português só surgiria em 1957.

32 – Tico & Teco e os Defensores da Lei / Chip And Dale

Apesar de ter sido criada no final dos anos 80, a série animada protagonizada pela dupla de esquilos da Disney só estreou no Brasil em 1993. Tico & Teco resolvem abrir uma agência de investigação chamada de Conexão Salva-Ação. Com a ajuda de Geninha, Monterey, Jack e Zipper, eles se especializam em crimes considerados muito pequenos para a polícia de verdade. No Brasil, os desenhos foram exibidos no programa TV Globinho da Rede Globo.

31 – Papa-léguas e Coiote

Exibido originalmente entre 1966 e 1973, “Papa-Léguas” continuou sendo transmitido nos anos 1980 e 1990. Perseguido sem sucesso pelo Coyote, o personagem protagonista que dá nome à animação foi inspirado no galo-corredor, nativo dos desertos americanos.

30 – Pokémon

No final da década de 1990, estreava no Brasil o desenho animado que virou febre entre as crianças e jovens de todo o mundo: o “Pokémon”. O anime japonês foi o responsável por alavancar a audiência de Eliana, na Record. É dividido em 20 temporadas, que começaram a ser exibidas em 1997. O seu enredo é centrado no jovem Ash, um garoto de dez anos que sonha em se tornar um mestre Pokémon. No entanto, ele acorda atrasado no dia de receber seu primeiro Pokémon, e acaba com a missão de treinar o teimoso e irreverente Pikachu, que se torna o seu fiel escudeiro.

29 – Superamigos / Superfriends

Inspirado nos quadrinhos “Liga da Justiça”, da DC Comics, a série de animação foi transmitida originalmente entre os anos de 1973 e 1988. Ela conta as aventuras vividas pelos super-heróis Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Batman e Robin. Superamigos teve sua estreia no dia 17 de fevereiro de 1975 na Rede Globo. Voltou à telinha em 1982 dentro do Globo Cor Especial, já mesclando episódios da segunda fase. A dublagem realizada pela Herbert Richers, curiosamente mudou o nome do personagem Arqueiro Verde, que passou a ser chamado de Flecha Verde.

28 – Punky, a levada da breca / Punky Brewster 

“A menina que ilumina toda vez que a gente vê. Ainda tenho muito que aprender com você”. Toda pessoa que foi criança ou adolescente no fim dos anos 1980, ao ouvir essa canção, se lembra de Punky, a levada da breca. A história retratava a vida de Punky Brewster, que é adotada por um senhor de meia idade, Henry, e que tem um cãozinho chamado Pinky. Com o sucesso do seriado de TV Punky, a levada da breca, aconteceu o lançamento do desenho Punky Brewster. São algumas diferenças entre seriado e desenho, e o personagem Gloomer apenas surgiu no desenho. A transmissão era pelo SBT em mesma época que foi sucesso nos Estados Unidos.

27 – Scooby Doo

“Scooby-Doo” é o segundo desenho americano com o maior número de episódios, perdendo apenas para “Os Simpsons”. Ao todo são 28 temporadas com 580 episódios, que ainda são exibidos. A sua primeira aparição na TV foi em 1969. Já foi exibido no Brasil pela TV Tupi, Rede Manchete, Rede Globo e atualmente está no SBT, Boomerang, Tooncast e Cartoon Network.

26 – Tom & Jerry

A série de animação mais tradicional criada por William Hanna e Joseph Barbera narra a eterna rivalidade entre o gato Tom e o rato Jerry. Apesar de ter sido exibida originalmente entre os anos 1940 e 1967, incialmente em formato cinematográfico, ela ganhou outras versões para a televisão a partir dos anos 1980. Os desenhos de Tom e Jerry fizeram sua estreia na televisão aberta brasileira entre finais dos anos 60 e início dos anos 70 pela Rede Globo.

25 – Pantera Cor de Rosa / The Pink Panther

O desenho Pantera Cor de Rosa surgiu, sem querer, quando estreou o filme “A Pantera Cor de Rosa”. O filme contava o roubo de um diamante, que era rosa e o protagonista era Peter Sellers. O filme começava com uma simpática animação de uma pantera fumando uma piteira, que não durava nem um minuto, mas caiu nas graças do público. Então, o produtor Blake Edwards resolveu produzir o desenho no ano de 1969. A Pantera Cor de Rosa estreou no Brasil em 1973 passando em várias emissoras. No ano de 1984, o desenho foi feito em parceria com a Hanna Barbera, e nessa versão, o personagem ganhou voz (já que nos outros episódios, ela era muda), tinha dois filhos e além disso seu gênero era masculino, já que todos ficavam na dúvida.

24 – A Turma do Mickey

O mais clássico da Disney trazia como personagem principal o ratinho Mickey e suas aventuras com a namorada Minnie e outros vários personagens que se tornaram inesquecíveis, como Pateta, Pato Donald, Pluto, Margarida entre tantos outros.

23 – Ursinho Pooh

Walt Disney gostou muito das histórias do Pooh e decidiu transformá-las em três curtas animados que mais tarde seriam postos juntos no filme clássico “The Many Adventures of Winnie the Pooh”. O filme foi um sucesso tão grande que foi lançada uma série animada e uma continuação lançada diretamente em vídeo. Ursinho Pooh e sua turma fazem muito sucesso até hoje. Qual é o seu personagem favorito? Tigrão, Leitão, Bisonho, Christopher Robin, Abel, Can e Guru.

22 – Zé Colmeia / Yogi Bear 

A Turma do Zé Colmeia é uma série de desenhos animados produzida pela Hanna-Barbera Productions, com o intuito de reunir as grandes personagens do estúdio que haviam alcançado sucesso, onde liderados por Zé Colmeia, eles embarcavam numa arca voadora. No Brasil, este personagem é exibido desde os anos 60 por diversas emissoras, fazendo um sucesso até os dias de hoje.

21 – Doug Funnie / Doug

O queridíssimo Doug Funnie marcou a infância de muitas pessoas. O garoto que viva dramas adolescentes passava seus dias acompanhado do cachorrinho Costelinha, do amigo Skeeter, do malvado Roger e tentava de todas as formas ganhar o amor de Paty Maionese. A série estreou no Nickelodeon em 1991, ficando no ar até 1994. No Brasil, essa fase inicial foi exibida na TV Cultura e SBT, posteriormente, e na Band, dentro do programa PicNick Band.

20 – Animaniacs

Animaniacs fazia parte dos desenhos animados da Warner Bros durante os anos 90 com supervisão de Steven Spielberg, assim como Tiny Toons. A série mostrava as aventuras loucas de três criaturas que habitavam a caixa d’água dos estúdios da Warner, os Irmãos Warner, e importunavam todas as pessoas. No Brasil, o desenho foi exibido pela Rede Globo (1994 – 1998) nos extintos Xuxa Park, Sessão Aventura, Angel Mix e TV Colosso. E no SBT, no Sessão Desenho (1999 – 2008) e no Cartoon Network de 1996 até 2005.

19 – Os Anjinhos / Rugrats

Grande sucesso da década de 1990, os bebês de “Rugrats: Os Anjinhos” ganharam as manhãs da Nickeloden e, mais tarde, da Globo. O desenho contava a história de Tommy, Chuckie, Angelica e os gêmeos Phil e Lil, que eram capazes de se comunicar em uma linguagem de bebês que só eles entendiam. No Brasil, o desenho foi exibido pela primeira vez na televisão aberta pela TV Cultura a partir de 1995. Posteriormente, seus direitos foram adquiridos pelo SBT e foram exibidos entre 1997 a 2003 dentro do Programa infantil Bom Dia & Cia. Também foi exibida pela Rede Globo, em 2001, pelo programa infantil Bambuluá, e também em 2004 dentro do bloco infantil TV Globinho.

18 – Capitão Planeta / Captain Planet

Criado no início dos anos 90, foi um dos desenhos mais adorados da época. O herói nasceu da combinação de cinco elementos da terra: terra, fogo, água, vento e coração – e também tornaram-se os anéis de seus ajudantes que, quando erguidos e ditos em voz alta, pediam sua ajuda, que era respondida com a frase “Pela união de deus poderes, eu sou o Capitão Planeta”. No Brasil, a animação estreou em 1991 na Rede Globo pelo programa Xou da Xuxa, na TV Colosso em 1993, no Cartoon Network e estava sendo exibida pelo canal Futura e Tooncast. A série foi vendida para mais de 100 países.

17 – Cavalo de Fogo / WildFire

Cavalo de Fogo foi um desenho bem curto, com apenas 13 episódios, mas que marcou época no Brasil. Ele conta a história da princesa Sara, que foi salva da bruxa maligna Lady Diabolyn pelo Cavalo de Fogo, que a levou do planeta Dar-Shan para um rancho em Montana, nos Estados Unidos. Temos também uma curiosidade no desenho, que foi cancelado antes do seu final. Portanto, não se sabe se Sara se tornou a rainha de Dar-Shan ou não, embora, aparentemente, este fosse o seu destino em Cavalo de Fogo. No Brasil, o desenho foi exibido pelo SBT nos programas “Oradukapeta” e ‘Show Maravilha”.

16 – She-Ra, a princesa do Poder

Com 93 episódios, She-Ra foi produzida pela Filmation Studios, e ao lado de He-Man se tornou um dos desenhos mais icônicos e populares da década de 1980. Um reboot inspirado na série será lançado em 2018 pela Netflix. No Brasil, o desenho foi exibido pela Rede Globo a partir de 30 de junho de 1986 no programa Xou da Xuxa, sendo posteriormente exibido na  TV Colosso e Xuxa Park, também da TV Globo, durante a década de 1990.

15 – Os Jetsons / The Jetsons 

Em 23 de setembro de 1962, era lançado o primeiro programa de televisão colorido: “The Jetsons”, desenho animado produzido pela Hanna-Barbera, com 24 episódios transmitidos pelo canal ABC-TV. Tendo como tema a “Era Espacial”, a série era sobre a vida da família Jetsons que vivia no ano 2062. Mostrava como seria o futuro: carros voadores, cidades suspensas, trabalho automatizado, robôs como empregados domésticos etc. No Brasil, a série “Os Jetsons” estreou em 1963, na TV Excelsior e relançada no canal SBT. Apesar de conquistar um público fiel, não fez tanto sucesso no Brasil quanto “Os Flintstones”, também dos estúdios Hanna-Barbera, mas ambientado na pré-história em que famílias convivem com dinossauros.

14 – Transformers

Muitas crianças cresceram apaixonadas por carros, sem contar que robôs gigantes sempre mexem com a imaginação dos pequeninos. Unir esses dois elementos, em um desenho com um incrível roteiro, foi o ponto chave para a Hasbro começar sua fábrica de dinheiro com Transformers. O desenho estreou no Brasil na Rede Globo, no dia 6 de julho de 1986 às 12h30 quando passou a ser apresentado junto com Comandos em Ação nas manhãs de domingo. Permaneceu no canal até o final da década de 1980 no mesmo dia e horário, quando então começou a ser exibido no programa infantil Xou da Xuxa. Na época alcançou um grande sucesso junto com os comerciais da linha de brinquedos. Ainda nos anos 80, Transformers ganhou exibições na Sessão Aventura e um horário próprio na programação da Rede Globo.

13 – Pinky e Cérebro / Pinky and the brain 

Famoso nos anos 90, “Pink e O Cérebro” o desenho que durou de 1995 a 1998, deixou um legado indiscutível: o famoso diálogo entre os dois ratinhos modificados geneticamente. Quem não se lembra do “O que você quer fazer esta noite, Cérebro? – A mesma coisa que fazemos todas as noites, Pink. Tentar dominar o mundo!”. O desenho contava a história de dois ratos típicos de laboratório que utilizam os Laboratórios Acme como base para seus planos mirabolantes.

12 – Ursinhos Carinhosos / Care Beans

Outro desenho marcante, sem dúvidas, foi Ursinhos Carinhosos, que contava a história de vários ursinhos que moravam em Nuvem Rosa (ou Reino do Carinho), um lugar sobre as nuvens. Eles tinham como missão ajudar as pessoas a trocar bons sentimentos, além de proteger a terra do vilão Coração Gelado, que se esforça para acabar com o amor. Entre os protagonistas, temos a Animada, a Carinhosa, o Feliz, o Fiel, a Ternura, o Amado e o Campeão, além dos vilões Coração Gelado (ou Desalmado), Malvado (ou Malvadeza), Laurinha e Sam Azedo. Ursinhos Carinhosos foi exibido no SBT, primeiramente no programa Show Maravilha. Durante os anos 90, a série foi exibida com grande sucesso no Bom Dia & Cia e deixou de ser exibida na emissora em 2003.

11 – Os Cavaleiros do Zodíaco / Saint Seiya: Knights of the Zodiac

Os Cavaleiros do Zodíaco foi publicado originalmente em forma de mangá na revista “Weekly Shōnen Jump”, em 1985. Em 1986, foi adaptado para anime, exibido originalmente entre 1986 a 1989. A série conta a história de guerreiros místicos, que têm a missão de defender a reencarnação da deusa grega Athena. O anime estreou no Brasil em 1 de setembro de 1994 pela Rede Manchete e permaneceu na programação do canal até 1997. A sua exibição foi possível graças a uma permuta com a fabricante de brinquedos Samtoy, que produziu os bonecos da série, em troca da exibição dos comerciais da empresa, o canal exibiu o anime sem nenhum custo.

10 – O Fantástico Mundo de Bob

Entre os desenhos animados que mais marcaram os anos de 90, “O Fantástico Mundo de Bob” está com certeza na lista. Quem se lembra do Bob, um garoto de apenas 4 anos, que usava roupas vermelhas, sapatos grandes e tinha uma cabeça tão grande quanto a sua imaginação? A partir de situações monótonas da vida adulta, o desenho explora a imaginação fértil e veloz do pequeno Bob. O menino também tem outra característica marcante, ele costuma levar as palavras em seus sentidos literais, causando grandes confusões algumas vezes. No Brasil, o desenho estreou em 1993 no programa infantil Show Maravilha do SBT e, depois, nos programas Bom Dia e Cia e Sábado Animado.

9 – ThunderCats 

“Thunder, Thunder, ThunderCats, hoooo!” Quem assistiu se lembra dessa frase, dita por Lion-O, o protagonista do desenho, que conta as aventuras de um grupo de humanoides alienígenas que se parecem com gatos. Cheetara, Panthro, WilyKit, Pumyra e Snarf estão entre os outros personagens, além dos vilões Jackalman, Tug-Mug, Red-Eye e Mumm-Ra. A animação conta as aventuras de um grupo de felinos guerreiros que vive no planeta Thundera. Ela foi produzida inicialmente por um estúdio japonês, o Pacific Animation Corporation, mas foi adquirida pela Walt Disney Company. No Brasil, a série foi inicialmente exibida em 1986 até 1990 pela Rede Globo, no programa Xou da Xuxa. Em 1995, Thundercats voltou a ser exibido pelo canal, no programa TV Colosso.

8 – Ducktales, os Caçadores de Aventuras / Ducktales

Ducktales é considerado o melhor desenho adaptado dos quadrinhos, e conta com 3 temporadas e 100 episódios. A exibição foi entre 1987 e 1990. Todos lembram as famosas chamadas com exibição sempre que o desenho direcionava para comercial, DuckTales – Os Caçadores de Aventuras voltam já!. No Brasil, a série foi transmitida originalmente entre os anos de 1988 e 1997 pelo SBT, com a dublagem feita na Herbert Richers para a televisão.

7 – Lippy & Hardy / Lippy the Lion & Hardy Har Har

Esse desenho é mais um dos clássicos da Hanna Barbera. Os personagens principais são o leão Lippy e a hiena Hardy. Lippy sempre positivo bolava planos mirabolantes para os dois se darem bem, mas Hardy, com todo o seu pessimismo, nunca acreditava que teriam sucesso. Nessas horas que ele dizia a famosa frase: “Oh céus! Oh vida! Oh azar! Isto não vai dar certo!”. Outras frases de Hardy: “Miséria, não sairemos vivos daqui”; “Mas, Lippy, tenho câimbras quando sorrio”. Você assitia o desenho? E ai, na vida você está mais pro Lippy (otimista) ou pro Hardy (pessimista)?

6 – Ursinhos Gummi / Gummi Bears

Ursinhos Gummi era um dos meus desenhos favoritos! E o seu? No Brasil, o desenho foi exibido pela primeira vez em 1986, estreando no programa Xou da Xuxa, na Rede Globo. Anos mais tarde ganhou um espaço próprio nas tardes da Globo, dentro da Sessão Aventura. Em 1993, os Ursinhos Gummi voltaram para o horário da manhã no programa TV Colosso e, com o encerramento do infantil, passaram a ser reprisados no Xuxa Park.

5 – Caverna do Dragão / Dungeons & Dragons

O popular desenho baseado em jogo de RPG conquistou geração inteira pelas aventuras de Hank, Eric, Presto, Sheila, Bobby e Diana. Os jovens amigos se encontram em mundo misterioso na tentativa de buscar o caminho de volta para casa. A produção foi em 1983, contando com 27 episódios, e deixa saudades para fãs do mundo inteiro. Caverna do Dragão ficou famoso também por nunca ter apresentado um final. Inspirado no jogo de tabuleiro Dungeons & Dragons (inclusive, o mesmo jogado pelos personagens de Stranger Things no início da série), um grupo de jovens está em um parque de diversões, mas acaba parando neste mundo de magia e batalhas. Hank, Eric, Diana, Sheila, Presto e Bobby contam com a ajuda do unicórnio Uni e do Mestre dos Magos para que consigam voltar para casa. A série estreou no Brasil em 1986, no programa Xou da Xuxa da Rede Globo.

4 – Nossa Turma / The Get Along Gang 

Foram somente 27 episódios do Nossa Turma, porém é um dos desenhos de grande sucesso desta época. A mistura era de aventura e diversão, com dose de lição ética direcionada para crianças acerca do respeito à diversidade. A cadela Dotty, alce Montgomery, ovelhinha Vilma, gatinho Zipper, porca-espinha Márcia, e castor Bingo, encantaram os telespectadores, integrando a turma de 6 bichinhos. O tema da abertura é lembrado atualmente e se transformou em um dos mais populares da história dos desenhos animados. No Brasil, o desenho foi exibido pelo SBT no programa Show Maravilha, entre 1987 e 1994. Anos depois, voltou a ser exibido na mesma emissora entre 1996 e início dos anos 2000 pela sessão Sábado Animado.

3 – Muppet Babies

A criação de Muppets Baby foi em 1984, na onda do sucesso do seriado The Muppets Show. O Muppets Baby alcançou sucesso enorme exibindo basicamente a infância do grupo que morava em berçário, aos cuidados da babá Nanny. Esta apenas era mostrada dos joelhos para baixo.  Transmitido no Brasil durante os anos 80 no programa da Mara Maravilha, no SBT, o desenho rendeu muitos filmes e, em 2018, ganhou um reboot no Disney Junior. Você se lembra dos personagens principais? Caco, Piggy, Gonzo, Animal, Fozzie, Rowlf, Scooter e Skeeter.

2 – Smurfs / The Smurfs

Os Smurfs foram criados em 1945 e fizeram bastante sucesso nas tirinhas dos jornais franceses. No entanto, foi em 1981, com o lançamento da animação produzida por Hannah-Barbera que as criaturinhas azuis ganharam o mundo até hoje. Ao todo, foram 250 episódios com divisão por 9 temporadas, apresentando os duendes azuis que moravam em casinhas de cogumelos, em Vila Escondida. Os personagens incluíam Papai Smurf, Smurfette, Brainy Smurf, o malvado Gargamel, seu gato Azrael, e Johan e seu amigo Peewit. O desenho foi transmitido no Balão Mágico, e Xou da Xuxa, até começo da década de 90. Foi transmitido também pelo SBT e pela RedeTV! no final dos anos 90.

1 – He-Man e os mestres do universo / He-Man and the masters of the universe

Com uma mistura de ficção científica e fantasia, o desenho mostrava as aventuras do Príncipe Adam, que toda vez que levantava sua espada do poder e gritava “Pelos poderes do Grayskull!”, recebia poderes secretos que o transformavam em He-Man, o “homem mais poderoso do universo”. O desenho se passava no planeta fictício de Eternia e tinha outros personagens, como Gato Guerreiro, Feiticeira, Teela, Mentor e Gorpo, além do vilão Esqueleto. O sucesso reflete até dias atuais, como um dos desenhos mais adorados pela geração 80. A produção foi de 1983 a 1985, com 130 episódios. O desenho foi apresentado nos programas Balão Mágico, Xou da Xuxa, TV Colosso, Angel Mix e TV Globinho com grande sucesso na Rede Globo. A antiga versão foi exibida pela Rede Record, Rede Família, TV Unisinos, RBTV, enquanto a versão feita em 2002 foi exibida pela Rede Globo pela TV Xuxa em 2007.

Compartilhe!

13 thoughts on “Top 100 desenhos que marcaram sua infância

  1. Canlı Sohbet

    https://jobs.thebridgework.com/employers/2788581-sohbetodasi
    https://www.politicaljobhunt.com/employers/2788593-sohbetodasi
    https://jobs.blooloop.com/employers/2788599-sohbetodasi
    https://jobs.tdwi.org/employers/2788604-sohbetodasi
    https://jobs.njota.org/employers/2788609-sohbetodasi
    https://jobs.nefeshinternational.org/employers/2788614-sohbetodasi
    https://jobs.insolidarityproject.com/employers/2788616-sohbetodasi
    https://loansnearme.com.au/author/sohbetodasi/
    https://jobs.mikeroweworks.org/employers/2788625-sohbetodasi
    https://longbets.org/user/Sohbetodasi/
    https://jobs.consultants500.com/employers/2792273-sohbetodasi
    https://www.ocjobs.com/employers/2792298-sohbetodasi
    https://www.collcard.com/Sohbetodasi
    https://www.animaljobsdirect.com/employers/2792330-sohbetodasi
    https://www.maiyro.com/posts/dmoh7k9e
    https://bridgecampus.com/forum/topic/ucretsiz-rastgele-goruntulu-sohbet-uygulamasi/#postid-159495
    https://www.diveboard.com/sohbetodasi/posts/ucretsiz-rastgele-goruntulu-sohbet-uygulamasi-B8THtb
    https://www.lingvolive.com/en-us/profile/388fa4e2-9865-4bb1-99e0-e447704a1727/translations
    https://progresspond.com/members/sohbetodasi/

    Reply
  2. Marcelo B.

    Queria muito saber sobre o desenho “lumbigo e lumbago” não sei se é esse nome exatamente, mas é assim que eu tô conseguindo lembrar, rs. Obrigado.

    Reply
  3. Population health management

    While the cartoon series used to be a fantastic source of entertainment, nowadays, my children find themselves engrossed in their studies. I’ve become more stringent about their screen time, and although the animated shows were once a favorite, the focus has shifted towards academic commitments. It’s a change reflecting the growing responsibilities and priorities in their lives.

    Reply
  4. twitch ad block

    Si te encanta transmitir en Twitch, puedes descargarlo e instalarlo. twitch adblock y tener programas ilimitados. Puede utilizar la extensión de forma gratuita y disfrutar de la transmisión en vivo sin anuncios.

    Reply
  5. Mmusse

    Noooossaaa, parece q entrei numa maquina do tempo aqui agora. quantas lembranças boas, de um tempo tão maravilhoso, só quem viveu nessa época sabe. muito obrigado pelas recordações.

    Reply
  6. Cleide de Souza marinato

    Amavam todos hoje ñao temos mais desenhos para nossos filhos era melhor repetir estes nossos filhos iríamos mostrar como era nossa época de desenhos kķk

    Reply

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.