Mimeógrafo

      Nenhum comentário em Mimeógrafo

Você se lembra do mimeógrafo? E do cheirinho de álcool no papel e das letrinhas azuis, por conta do papel carbono?

O “avô” dos fotocopiadores era a sensação das escolas nos anos 80 e 90. Mas, todo mundo torcia para não ficar com as últimas cópias, pois elas ficavam quase ilegíveis – já que o papel carbono desgastava.

Você sabia?

O mimeógrafo foi inventado por Thomas Edison e o seu protótipo foi patenteado em agosto de 1887. O nome “mimeógrafo” foi utilizado pela primeira vez no mesmo ano, por Albert Blake Dick, que tinha permissão de Edison para fabricar a máquina. O mimeógrafo simplificou muito o processo de impressão, ainda que produzisse pequenas tiragens e com pouca qualidade.

 

Compartilhe!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *