Brinquedos Parque de Diversão

      11 comentários em Brinquedos Parque de Diversão
Os parques antigamente eram muito mais legais! Lembram do balão pula-pula, piscina de bolinhas, carrinho bate-bate, xícara, roda gigante, trem fantasma, montanha russa, tobogã, Viking, carrossel…???




Os parques antigamente eram muito mais legais! Lembram do balão pula-pula, piscina de bolinhas, carrinho bate-bate, xícara, roda gigante, trem fantasma, montanha russa, tobogã, Viking, carrossel…???

 

Compartilhe!

11 thoughts on “Brinquedos Parque de Diversão

  1. Anônimo

    Genteeee! Minha mãe não me deixava ir no pula pula nem na piscina de bolinha, falava que eu ia "pegar piolho".. Resultado: frustação. Mas qdo eu tinha uns 25 anos, eu trabalhei como monitora num buffet infantil e pedi para ficar na piscina de bolinha. MAtei a minha curiosidade e vontade! Muito bom

    Reply
  2. flavia

    caraca adorava o balao pula pula!
    nossa sensação muito boa de estar dentro dela!
    Duas coisas que nunca fui num parque na roda gigante e na piscina de bola! queria nesses pula pula atuais

    Reply
  3. Taty Star

    Apesar do medo que eu tinha de altura até meus 12 anos, gostava mesmo assim de ir aos parques, tanto no Playcenter (que frequentei muito nos anos 80 e90), quanto em outros como Beto Carrero e alguns desses móveis. Até a década anterior (anos 90) não existia internet, então, não se falava tanto em acidentes que aconteciam nesses parques, não pensávamos nessas normas de segurança e condições dos brinquedos, apenas em ir nos divertir, sendo assim, íamos despreocupados. Fui em alguns desses aí nas fotos, sendo o último, o inesquecível e delicinha Enterprise (do extinto Playcenter), meu preferido, no qual perdi o medo e comecei a ir nos outros radicais também. Aliás, esse infelizmente não se encontra mais nos parques brasileiros, exceto em poucos daqueles capengas, sem segurança alguma. Infelizmente…

    Reply
  4. Taty Star

    Meninas, nem rola irmos em pula-pula e piscina de bolinhas hoje em dia, por serem infantis, os funfas que cuidam desses brinquedos nos parques jamais nos permitiriam, até mesmo pelas regras, inclusive de idade e estatura. Foi feliz quem aproveitou nesses brinquedos ainda na infância.

    Reply
  5. juliano

    Saudade dos parques itinerantes,aqui em Sao Paulo quase não se encontram mais, meus preferidos bate bate e roda gigante.

    Reply

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *