Kaoma Lambada

      31 comentários em Kaoma Lambada

Adorava!

Chorando se foi quem um dia só me fez chorar
Chorando se foi quem um dia só me fez chorar
Chorando estará, ao lembrar de um amor
Que um dia não soube cuidar
Chorando estará, ao lembrar de um amor
Que um dia não soube cuidar
A recordação vai estar com ele aonde for
A recordação vai estar pra sempre aonde for
Dança sol e mar, guardarei no olhar
O amor faz perder e encontrar
Lambando estarei ao lembrar que esse amor
Por um dia, um instante foi rei
A recordação vai estar com ele aonde for
A recordação vai estar pra sempre aonde for
Chorando estará ao lembrar de um amor
Que um dia não soube cuidar
Canção riso e dor, melodia de amor
Um momento que fica no ar
Dançando lambada!
Compartilhe!

31 thoughts on “Kaoma Lambada

  1. Unknown

    Meu Deus vivi essa época da lambada no sabor da terra . Salvador Bahia . Foi momentos mágicos , inesquecível. Gostaria muito de encontrar os dançarinos . Eu sou Adriana filha de chocolate da Bahia . Quem souber notícias de Marquinhos , Paulo , oito , Ivan , Socorro ,Marcos , Nadinha , vários outros

    Reply
  2. TIOLÁ

    É foda mesmo viu, um bando de anônimo deixando recado descriminando, hoje não tem lambada e tem mãe solteira..pura hipocrisia, lambada foi mais um ritmo que marcou a vida de muitos, gostem ou não gostem…. ninguém é obrigado a gostar, basta respeitar, se for com esse pensamento então ninguem ouve rock pauleira pq cultua o capeta, ninguém ouve hip hop pq desce a lenha na polícia fala de drogas, bla bla bla.. muita hipocrisia !!

    Reply
  3. Anônimo

    eu acho que essas pessoas que fala das musicas antigas incluindo lambada não tem noção do é musoica não entende nada, por tanto devia ficar calado.

    Reply
  4. Anônimo

    hum.. . não cheguei viver esta epoca, mas adimiro muito a cultura dos anos 60-90, e faço aula da de dança de salão adoro a lambada…

    Reply
  5. Anônimo

    Bons tempos…
    A lambada teve sim seu lado sensual mas o que faz toda diferença é que naquela época as intençoes nao eram tao perversas igual as de hoje. O que é a maioria desses funks senao um sexo explicito mal intencionado?!!

    por: Tempos bons que nao voltam mais!

    Reply
  6. Anônimo

    esse tal de barthon deve ser gay. eu acho que ele nunca dançou agarradinho(a) a lambada é uma dança sensual, é era muito bom de dançar, precipalmente se a parceira era bonita e gostosa. se LIGA!!!!!!!!

    Reply
  7. Anônimo

    Olá sou Português sou musico e filho de um musico e com 27 anos vivo a recordar e a desejar que o tempo volta-se atrás e que essa época nunca mais passa-se. E posso dizer que ainda hoje em Portugal essa música ainda faz muito sucesso. Feliz Natal Para todos

    Reply
  8. amanda

    lembro que era criança e tenho muita vontade de dançar isso ate hoje. lembro de uma vez.. minha tia e uma amiga dançando lambada no meio da avenida e tomaram um capote tao feio na rua que a gente ri ate hj!!

    Reply
  9. Ivisson Moraes

    Meu pai e minha mãe de tanto dançarem, viraram professores na época… bem conhecidos em Salvador na danceteria Sabor da Terra e já viajaram pra outros países pra ensinar pros gringos e tudo… Ivan e Socorro… Velhos tempos…

    Reply
  10. Anônimo

    os conceitos de vc estão muito érrado porque o jeito de dançar da lambada é e sempre serra desse geito.agora mulheres ou homens que dança com o conceito de si enfregar com a mulher ou com homen com outro pensamentoa nao dançe lambada………………..

    Reply
  11. Unknown

    Falando um pouco do comentário desse infeliz que demonstrou um imundo preconceito a respeito do negrinho que dança com a loirinha no clipe do grupo kaoma,vc é um merda!Pois,nem coragem teve de se identificar.Isso sim, é ridiculo.
    Um homem ou mulher que não assume o que fala, eu nunca aprendi a dançar lambada quando no auge eu era moleque,mas confesso que sinto muita saudade d'aquele tempo dos bons momentos que vivi e que hoje relembro ouvindo lambada.Valeu!

    Reply
  12. Unknown

    Putz, fui ate uma academia fazer um curso, pois as mina so queriam os caras q dancavam isso, kkkkkk…muito legal ..tempos q nao voltam…emocao total…

    Reply
  13. Aninha Moraes

    quem dançava lambada por aki era considerada pelo povo uma p.u.t.a, todo mundo ficava cochichando a menininha tal estava esfregando na perna de fulano…eu achava meio nada a ver, mais o povo era muito hipócrita, mesmo assim eu nunca dancei, não pq seria taxada de sem vergonha, pq não sabia dançar mesmo, não tinha molêjo.

    Reply
  14. Anônimo

    brasileiro fazendo esse tipo de comentário?Imbecis…Nossa população é 90% descende de europeus e negros,todos nós sabemos,mesmo que não esteja em nossa aparência.E outra coisa não havia tanta esfregação na lambada, como a que existe no forró sabiam?lambada é uma dança,com muita passos acróbaticos,aposto que a marmota que postou aqueles comentário ridículos, era doido pra dançar e não sabiakkkkkkkE aposto que é homem!

    Reply
  15. Anônimo

    Amigo

    A sua forma de pensar em partes está correta, mas o preconceito que você demonstra que tem, talvez seja pior que estas mães. A lambada nada mais é do que um moda, com foi a roupa da década de 70, 80, 90 e da atual, ou você acha que o que usamos e dançamos hoje vão ser as mesma que usaremos e dançaremos daqui à 10 anos?
    Se você acha que é pornografia as meninas se esfregar nos garotos quando dançam lambada, o que é o funk carioca que a meninada ouve hoje? É filme porno!!
    Sabe tenho 37 anos, dancei lambada e outras musicas de moda, não me arrependo disso, foi na minha juventude (não que eu esteja velho, mas meus gostos são outros)e aproveitei da melhor maneira que pude.
    Outra coisa esta história de branca com negro, você foi muito infeliz no comentário, pois o que é pior o seu preconceito, cada pessoa faz o quer da sua vida e outra coisa, você acha as coisas mudaram? Ficaram pior, as garotas bonitas de hoje ( claro que não são todas) que tem filhos com o negro, branco japonês ou qualquer etnia que tenha dinheiro.

    Reply
  16. Anônimo

    Eu atiro a primeira,e a segunda pedra sim.Sabem porque,porque essa moda da lambada,foi mais uma merda,que jogaram na cara do povo brasileiro,como fazem sempre,ainda bem que na cultura musical,isso e coisa passageira,porque nao tem cultura nenhum,o que tinha na verdade,era uma bando de maes que pensavam bem menos que uma mula,e deixavam as filhas usarem roupas,meninas que mal sabiam o que estavm fazendo,ficarem mostrando a bunda em todo lugar,sem o menos pudor,maes que achavam bonito suas filhas ficarem se esfregando em meninos,e dp tendo uma iniciaçao sexual,muito cedo e se tornando maes solteiras,e tudo por causa de um debio mental que colcou uma menina lira,para dançar com um negro para fazer sencacionalismo,como sempre,para passar a infeliz ideia de que toda mulher branca gosta de negro,o que nao e verdade,isso sim foi a lambada,ningeum sabe onde este povo esta,o que sei e que aquela menina loira deve ter sido mae e nem sequer sabe a cor do filho,ou seja mais um mestiço,isso tudo e mais um puco foi o resultado da lambada na epoca,agora tem os funks,e toda essa merda que ai esta.

    Reply
  17. Anônimo

    dá vontade de chorar quando ouso só lembro das vezes que faziamos festinhas a ritmos de lambadas e que esse tempo não volta.

    Reply
  18. Anônimo

    Alguem se lembra de uma lambada interncional, que quando traduziram para portugues virou “meu veu” e “vem ver” ? Acho que eram do mesmo cantor…
    Se alguem souber o nome da musica por favor post aqui que eu estou procurando a séculos!!!!

    Reply
  19. Talita

    dançando laaaambada Ê, dançando lambadaa! (8)
    eu dançava com a minha vó.. com uma saia colorida, me achava uma cigana. HAHAHAHAHAH

    Reply
  20. Anônimo

    Nossa,que saudade!!!
    Só quem viveu essa época e curtiu como eu é que entende o motivo de tanta saudade,ñ só pela lambada mas por tantos outros ritimos da época,eu éra menina aos meus 13 anos e naquela época dançava de tudo,essa éra a grande diferença de hj,nós dançavamos,hj inf. ñ existe mais dança em sim pornografia,pelo menos na maioria.

    Reply
  21. Árabe Doido

    Pow!!! Bem na testa! Eu atirei a pedra porque nunca dancei lambada. Não consegui aprender na época como é que se faziam os passos.
    Mas achava interessante. Sempre achei que o certo é uma dança em que se dance em par, abraçado, agarrados um no outro e não essas que o povo gosta que é ficar se mexendo sozinho simulando um ataque epiléptico.

    Reply
  22. Paula

    Vixe… eu tinha umas sainhas rodadas, nas cores mais absurdas, tipo pink, laranja e verde limão… ah, a inconseqüencia e falta de bom senso dos anos 80 e 90! Ainda bem que eu era criança.

    Reply
  23. Unknown

    Poxa, eu me lembro!! Eu devia ter uns 10 anos mais ou menos, e era apaixonado por essa menininha loira que aparece no vídeo…. Poxa vida, essa foi do fundo do baú…

    Reply
  24. Anônimo

    Não tenho saudades dessa porcaria de música. Era horrível o domingo à tarde assistindo tv e só passava essa porcaria naqueles programas de auditório. Que tédio! Infelizmente a transição da década de 1980 para a 1990 tbém preoduziu suas quinquilharias.

    Reply

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *