Tudo sobre o Garfield Anos 80 e 90

      Nenhum comentário em Tudo sobre o Garfield Anos 80 e 90

Garfield, simplesmente o gato mais preguiçoso, famoso e querido do mundo! Eu ADORO até hoje! E guardo com o maior carinho o álbum dos mini cartões. Colecionava também os adesivos do Garfield da Elma Chips. E você? Curtia / curte o Garfield? Tinha alguma coisa dele?

Confira abaixo das fotos 40 curiosidades do Garfield, além de episódios antigos do desenho.

Álbum mini cartões Garfield: 

Álbum de figurinhas Garfield: 

Adesivos Garfield: 

Revistinhas Garfield: 

Adesivos Garfield Elma Chips: 

Telefone antigo Garfield: 

Relógio Garfield: 

Lancheira / Merendeira Garfield: 

Garfield com ventosa: 

Garfield I love Lasanha – Estrela: 

Garfield abraçadinho – Estrela: 

Galeria Garfield: 

Papel de carta Garfield: 

Gibis Garfield: 

Garfield de Pelúcia: 

Primeira tirinha do Garfield: 

Tirinha Garfield: 

Garfield e sua turma: 

Evolução Garfield de 1978 a 2000: 

Desenho Garfield e sua turma anos 80:

Confira 40 curiosidades sobre o Garfield:

  • Criado por Jim Davis em 1978, Garfield surgiu em sua primeira tirinha (ao lado de seu dono, o cartunista Jon Arbuckle) publicada em 41 jornais nos Estados Unidos. A partir daí, sua fama só cresceu e Davis inseriu novos personagens, como o cãozinho Odie, principal alvo das armações do gato por causa de sua pouca inteligência.
  • Garfield ganhou este nome em homenagem a John Garfield Davis, avô de Jim Davis. Ele morreu quando o cartunista tinha seis anos. Para o desenhista, assim como Garfield, seu avô era “ranzinza por fora”, mas tinha “coração mole por dentro”.
  • Em 1980, foi lançado “Garfield at Large”, primeiro livro estrelado pelo personagem. Ele ficou no topo da lista dos mais vendidos no jornal “The New York Times” por quase dois anos. Davis mudou pela primeira vez o visual do personagem. O gato ganhou olhos ovais e apareceu um pouco “menos rechonchudo” devido a uma dieta forçada.
  • Atualmente, as tiras de Garfield são publicadas em mais de 2,5 mil jornais e revistas. O recorde é reconhecido pelo “Guiness Book”.
  • Nas histórias, Garfield nasceu na cozinha do restaurante italiano Mamma Leoni. Foi vendido para uma loja de animais quando quase levou o estabelecimento à falência por ser o responsável pela “falta de massas”. O gato acabou sendo adotado por Jon.
  • Garfield adora TV e odeia segundas-feiras.
  • Garfield gosta de comer de tudo. Mas, seu prato favorito é lasanha. O seu menos favorito é passas.
  • Garfield é puro sarcasmo. Mas, pode ser carinhoso e sensível. Principalmente com seu ursinho de pelúcia, Pooky. E, lá no fundo, ele também gosta de Jon e Odie.
  • Odie pertencia ao colega de quarto de Jon, Lyman. Mas quando ele foi embora, o cãozinho preferiu ficar, para desgosto de Garfield.
  • Jim Davis diz que o nome Odie vem de um comercial que ele estava escrevendo para uma concessionária de carros, em que um dos personagens era Odie, o idiota da região. Ele gostou do nome e resolveu usá-lo.
  • Jon Arbuckle, o dono de Garfield, teve o nome retirado de um comercial de café.
  • Com a popularidade em alta nos quadrinhos, não demorou para que Garfield fosse adaptado para outras mídias. Em 1982, foi lançado o especial para TV “Aí vem o Garfield” (“Here Comes Garfield”).
  • A partir daí, outros programas foram criados, como “Garfield on the Town”, de 1985. Ele conquistou o primeiro dos quatro Emmys (o Oscar da TV americana) com produções estreladas pelo gato preguiçoso.
  • Em 1988, surgiu “Garfield e seus Amigos”, desenho com histórias envolvendo Garfield, Jon e Odie. Foram feitos também episódios com outra série de Davis, “A Fazenda do Orson”, estrelada por um porquinho com imaginação fértil. O animal adora ler e tem que lidar com as confusões criadas por outros animais da fazenda. O programa durou sete anos.
  • Quando Garfield completou 25 anos, Jim Davis criou uma série de tiras em que o personagem se encontra com sua versão original e os dois discutem as mudanças que ocorreram entre eles.
  • Ainda por causa de seu aniversário, foi lançado em 2004 “Garfield: O Filme”, primeiro longa do personagem. O gato ganhou a voz do ator e comediante Bill Murray (de “Os Caça-Fantasmas” e “Encontros e Desencontros”). No Brasil, o personagem foi dublado por Antonio Calloni.
  • O sucesso nas bilheterias de “Garfield: O Filme” fez com que fosse produzida uma continuação. Lançado em 2006, “Garffield 2″ é, até hoje, a produção em animação de maior sucesso na China.
  • Depois dessas duas experiências cinematográficas, Jim Davis produziu alguns longas em animação computadorizada com o personagem diretamente para vídeo, mas alguns deles chegaram a ser exibidos nos cinemas brasileiros, como “Garfield Cai na Real” (2007), “A Festa do Garfield” (2008) e “Garfield: Um Super-Herói Animal” (2009).
  • O sarcástico felino voltou à telinha após a estreia de “O show do Garfield”, segunda série animada, agora feita digitalmente. É exibida até hoje.
  • Entre 1987 e 1989, foram vendidos mais de dez milhões de bonecos com ventosas de Garfield para grudar nos vidros dos carros, ônibus, trens e até aviões.
  • Garfield também se arriscou na música. Em 1991, foi lançado o CD “Am I Cool or What?”, que contou com a participação de artistas como BB King, Natalie Cole e o grupo The Temptations.
  • Nos anos 1990, Garfield foi o símbolo de uma campanha de incentivo à leitura em bibliotecas móveis nos Estados Unidos.
  • Em 1995, o CD “Cool Cat”, com músicas “interpretadas” por Garfield, conquistou o primeiro lugar na Alemanha.
  • arfield e Odie foram garotos-propaganda de dois parques de diversões nos Estados Unidos, em 2000.
  • Em 2005, Garfield ganha o prêmio de tira de quadrinhos mais publicada do mundo.
  • Como bom comilão, Garfield adora um bom prato. Em 2006, foi lançado o livro “I’m in the Mood for Food” (“Estou no clima para a comida”). Nele, é possível aprender 70 receitas das comidas favoritas dele.
  • Jim Davis fez uma parceria com a Bell State University para criar o Professor Garfield (www.professorgarfield.org), um site para crianças com jogos educativos.
  • Garfield ganhou um selo (ao lado de Odie) nos Estados Unidos em 2010.
  • O Facebook do Garfield atingiu a marca de 10 milhões de seguidores em 2013.
  • Garfield tem várias opiniões fortes, uma delas sobre dietas: “O que é uma dieta? Uma dieta é auto-negação; afortunadamente, tenho um coração tão bom, que não tenho coragem para me negar seja o que for.”
  • Nos quadrinhos, o interesse amoroso de Garfield é a gata Arlene. Mas no desenho “Garfield e seus amigos”, ela foi substituída por Penelope Pussycat.
  • Nermal, personagem felino que aparece em histórias do Garfield, foi dublado por uma mulher em “Garfield e seus amigos”. Isso causou confusão no público se ele era um gato ou uma gata. No México e na América Latina, ele recebeu o nome de Thelma.
  • Com o sucesso de Garfield, Jim Davis criou o estúdio Paws, onde desenvolve a criação de produtos do personagem. Ele fica num rancho simples perto de Muncie, Indiana, nos EUA.
  • Em “Garfield: O Filme” (2004), Garfield fala “eu amo o cheiro de torta de maçã pela manhã”. A frase é referência ao filme “Apocalipse Now”. Nele, um soldado americano fala “Eu amo cheiro de nalpam pela manhã”.
  • Jim Carrey recusou o papel de Jon em “Garfield: O Filme”. O personagem foi interpretado por Breckin Meyer.
  • Segundo Garfield, as segundas-feiras seriam melhores “se começassem mais tarde”.
  • Garfield é geminiano.
  • Na Suécia, Noruega e Finlândia, Garfield se chama Gustav.
  • Para marcar a data de seu 40º aniversário, foi lançado durante a Denver Comic-Con, nos Estados Unidos, um novo livro com prefácio assinado pelo ator e escritor Lin-Manuel Miranda. O produtor musical da peça ‘Hamilton’ e de filmes como ‘Moana’ é fã assumido do gato.
  • Também pelo aniversário,foir feito um super cupcake em homenagem a Garfield.

(Fonte: G1)

Compartilhe!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *