Top 20 melhores esportistas brasileiros anos 80 e 90

      2 comentários em Top 20 melhores esportistas brasileiros anos 80 e 90

Foi difícil selecionar apenas 20 esportistas que mais se destacaram nos anos 80 e 90 no Brasil. Afinal, muitos craques nos encheram de orgulho nessas décadas, seja na Copa do Mundo, Olimpíada, Jogos Pan Americanos até em outras competições.

Confira a lista completa e nos conte qual era o seu atleta favorito e quem você também incluiria nesta seleção.

1 – Ayrton Senna

Ayrton Senna da Silva, ou simplesmente Senna, foi um piloto de Fórmula 1 das décadas de 80 e 90 e o maior ídolo brasileiro do automobilismo. Foi campeão da categoria três vezes, em 1988, 1990 e 1991. Nasceu em São Paulo, no dia 21 de março de 1960, e faleceu de maneira trágica em 1º de maio de 1994, após colidir com uma mureta de proteção no Grande Prêmio de San Marino, em Ímola. O Brasil inteiro chorou e morre de saudades do Senna até hoje.

2 – Zico

Faz parte do Hall dos melhores jogadores de futebol do Brasil e do mundo. Jogou em três Copas do Mundo pela Seleção Brasileira: na Argentina em 1978, na Espanha em 1982 e no México em 1986. Jogou pelo Flamengo a maior parte de sua carreira. Foi o maior artilheiro da história do Flamengo e o terceiro maior artilheiro da seleção brasileira com 67 gols. Depois de sua despedida dos gramados brasileiros, jogou e foi treinador em vários países do mundo. Arthur Antunes Coimbra, conhecido com Zico, nasceu no subúrbio de Quintino Bocaiuva, na zona norte do Rio de Janeiro, no dia 3 de março de 1953.

3 – Romário

O nosso “Baixinho” viveu inegavelmente os melhores anos de sua carreira nos anos 90. Um dos maiores destaques da Copa de 1994, que não apenas trouxe o tetracampeonato para o Brasil, como também lhe rendeu o título de Melhor Jogador do mundo. O primeiro time que atuou na Europa foi o PSV na Holanda. Em 144 partidas, marcou nada mais, nada menos do que 128 gols. Saiu de lá para atuar no Barcelona e na época era o jogador brasileiro mais bem pago do mundo. O carioca passou por outros times ao longo de sua carreira, mas foi no Vasco da Gama e no Flamengo que ele deixou mais saudades. Em seus registros, contam um total 1002 gols marcados ao longo de sua carreira.

4 – Bebeto

Foi uma das estrelas da seleção brasileira de futebol no início da década de 1990. Sua posição era a de atacante. Bebeto participou de três Copas do Mundo (1990, 1994 e 1998). Tornou-se conhecido mundialmente pela maneira como comemorou um de seus gols na Copa de 1994. Sua esposa havia dado à luz alguns dias antes, por isso, depois de marcar o gol, ele correu para a lateral do campo e fez um movimento de balanço com os braços, como se estivesse embalando um bebê. O Brasil venceu a Copa naquele ano, conquistando o tetracampeonato.

5 – Ronaldo Fenômeno:

Ronaldo Luís Nazário de Lima, mais conhecido como Ronaldo ou Ronaldo Fenômeno, é considerado um dos grandes jogadores dos últimos tempos, foi campeão de duas copas do mundo, eleito três vezes o melhor jogador de futebol do mundo pela Fifa e considerado um dos melhores atacantes da história. Ronaldo nasceu no dia 18 de setembro de 1976, na cidade do Rio de Janeiro, e é o terceiro filho de Nélio Nazário de Lima e Sônia dos Santos Barata. Ele teve uma infância pobre no Rio de Janeiro, o que não o impediu de realizar o seu sonho de jogar futebol e se tornar um dos maiores astros da modalidade no planeta.

6 – Hortência

Hortência Fátima Marcari é a maior pontuadora da história da Seleção Brasileira de Basquete, com 3.160 pontos marcados em 127 partidas oficiais, uma média de 24,9 pontos por partida. Ela disputou cinco mundiais e participou diretamente da conquista do ouro no Mundial de 1994 e da medalha de prata nas Olimpíadas de 1996. Em 2005, entrou para o Hall da Fama da modalidade, sendo a primeira brasileira a receber tal honra, ao lado de nomes como Michael Jordan, Larry Bird e Magic Johnson.

7 – Maria Paula / Magic Paula:  

Conhecida como “Magic Paula”, a jogadora de basquete Maria Paula Gonçalves da Silva nasceu no interior paulista. Aos 14 anos foi convocada para a seleção nacional, sendo titular no ano seguinte. Com Hortência, integrou a escola brasileira que fez história nesse esporte, com as medalhas de ouro (1991), prata (1987) e bronze (1983) nos Jogos Pan-Americanos, a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996, e o Campeonato Mundial em 1994 na Austrália.

8 – Oscar Schmidt

Melhor jogador da história do basquete brasileiro e considerado um dos melhores do mundo na sua época, mesmo sem atuar na NBA, Oscar nunca conseguiu levar o Brasil e seus companheiros ao pódio olímpico. Ele disputou 5 olimpíadas e o melhor resultado do atleta foi um 5º lugar, conquistado em três oportunidades.

9 – Joaquim Cruz

Conseguiu a proeza de vencer a prova dos 800m superando os dois favoritos no início da corrida com um arranque impressionante. Joaquim Cruz foi o primeiro campeão olímpico no atletismo depois de Adhemar Ferreira da Silva, em Los Angeles em 1984 e o único atleta brasileiro a vencer uma prova de pista em uma Olimpíada.

10 – Robert Scheidt

O velejador Robert Scheidt é simplesmente o maior medalhista brasileiro da história ao lado de Torben Grael, com cinco medalhas. Ele possui duas de ouro, duas prata e uma de bronze. Scheidt foi campeão da classe laser em Atlanta em 1996 e Atenas em 2004.

11 – Gustavo Borges

Quatro participações em Jogos Olímpicos (de Barcelona 1992 a Atenas 2004) e quatro medalhas. Este é o cartão de visitas de Gustavo Borges, nadador que se dividia entre a piscina do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, e os Estados Unidos, onde estudava. O atleta é também o segundo maior medalhista brasileiro na história dos Jogos Pan-americanos, com 19 conquistas (9 ouros, 8 pratas e 2 bronzes).

12 – Fernando Scherer / Xuxa

Fernando Scherer, o Xuxa, é um dos maiores nomes da natação brasileira. Especialista em provas de velocidade, o nadador não foi aos Jogos Olímpicos Barcelona 1992 por ficar um centésimo de segundo acima do índice olímpico. Apesar da frustração, Xuxa seguiu treinando forte e foi recompensado nas duas edições seguintes, em Atlanta 1996 e Sidney 2000, quando conquistou duas medalhas de bronze. Fez a sua despedida olímpica em Atenas 2004 e se aposentou em 2007, tornando-se empresário e comentarista esportivo.

13 e 14 – Jaqueline Silva e Sandra Pires: 

A dupla de vôlei de praia, sem dúvida, deu um grande passo na igualdade de gênero no esporte. As cariocas ganharam a primeira medalha de ouro do Brasil na história dos Jogos Olímpicos, em 1996, em Atlanta. Jaqueline, nascida em 1962, já tinha participado de duas Olimpíadas com a Seleção Brasileira no vôlei de quadra, em Moscou (1980) e Los Angeles (1984), quando foi eleita a melhor levantadora. Já Sandra, nascida em 1973, era jogadora de vôlei de praia desde os 17 anos.

15 – Torben Grael

É simplesmente o velejador com maior número de medalhas olímpicas no mundo e o maior esportista olímpico brasileiro de todos os tempos. O paulista, criado em Niterói, no Rio, conquistou cinco medalhas em olimpíadas, sendo duas de ouro, além de cinco títulos mundiais.

16 – Tande

Alexandre Ramos Samuel, mais conhecido como Tande, foi destaque na seleção brasileira de vôlei e também no vôlei mundial. O grande destaque da sua carreira é a medalha de ouro conquistada nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992. Ele também disputou as olimpíadas de Atlanta (1996) e Sydney (2000). Além da seleção, Tande defendeu clubes como Botafogo (RJ), AABB (DF), Banespa (SP), Mediolanum (Itália), Flamengo (RJ) e Olympikus (SP).

17 – Giovane Gávio

Além de arrancar suspiros das meninas nos anos 80 e 90, Giovane disputou mais de 400 jogos oficiais pela Seleção Brasileira de Vôlei em 17 anos. Particiou dos Jogos Olímpicos de Atenas (2004), Sydney (2000), Atlanta (1996) e Barcelona (1992). Duas vezes medalha de ouro nos Jogos Olímpicos (2004/1992), campeão do Campeonato Mundial (2002), campeão da Copa dos Campeões (1997), campeão da Copa do Mundo (2003), tetracampeão da Liga Mundial (2004/2003/2001/1993), medalha de prata (1999/1991) nos Jogos Pan-Americanos, medalha de bronze (2003) nos Jogos Pan-Americanos, tricampeão da Copa América (2001/1999/1998) e octocampeão do Campeonato Sul-Americano; (por clubes) Bicampeão Brasileiro (1989/1987); (na praia) Campeão do Circuito Brasileiro (1998).

18 – Maurren Maggi

Primeira mulher brasileira a ter conquistado uma medalha de ouro olímpica em provas individuais, Maurren Maggi saltou impressionantes 7.04m em Pequim 2008, 1cm a mais que a então atual campeã olímpica Tatyana Lebedeva (Rússia). A atleta tem ainda quatro medalhas pan-americanas no currículo, sendo três ouros no salto em distância (Winnipeg 1999, Rio 2007 e Guadalajara 2011) e uma prata nos 100m com barreiras (Winnipeg 1999).

19 – Gustavo Kuerten

Maior tenista da história do Brasil, o tricampeão de Roland Garros, era número 1 do mundo nos jogos de Sidney, em 2000, mas não conseguiu medalha para o país. Ele foi eliminado nas quartas-de-final por um dos seus rivais na época, o russo Yevgeny Kafelnikov, que acabou ficando com o ouro.

20 – Ana Moser

Capitã da seleção feminina de voleibol, Ana Moser foi uma das maiores atacantes do esporte no Brasil. Ela fez parte da geração que trouxe a primeira medalha olímpica para o vôlei feminino para o Brasil nos anos de 1990. Ana também foi medalhista nas competições em Jogos Pan-Americanos, Copa do Mundo, Copa dos Campeões e Campeonato Mundial.

Compartilhe!

2 thoughts on “Top 20 melhores esportistas brasileiros anos 80 e 90

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *